sábado, abril 16, 2016

FOLHA RECONHECE QUE NÃO HÁ VOTOS PARA O GOLPE



Manchete do site da Folha do início da noite desta sexta-feira (15) noticia que a oposição perde votos e não tem mais o quantitativo suficiente para aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo o jornal, a oposição deixou de contar com dois votos a favor da abertura de processo: um deles é o da deputada federal Clarissa Garotinho (PR-RJ) que solicitou nesta sexta o início de sua licença-maternidade; o outro voto que deixou de apoiar o impedimento foi o do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA).

Para que o processo seja encaminhado ao Senado, são necessários 342 favoráveis ao impedimento - independentemente da quantidade de deputados presentes no plenário no momento da votação.

Segundo o regimento da Câmara, o suplente só assume a cadeira quando o afastamento do titular é superior a 120 dias, que é o prazo da licença maternidade. Dessa forma, a vaga de Clarissa na votação de domingo não será ocupada por ninguém.

Mais cedo, o 247 noticiou que, de olho nas eleições municipais, mais de 50 deputados federais não votarão no domingo (17) - aqui. 247. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário