quinta-feira, novembro 19, 2015

Derrotado, Alckmin decide não mais fechar escolas



247 – Os estudantes secundaristas obtiveram uma vitória histórica contra o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB, que pretendia fechar nada menos que 94 escolas, afetando 311 mil alunos.

O secretário estadual de Educação, Herman Voorwald, anunciou na tarde desta quinta-feira 19, durante em audiência de conciliação entre governo, professores e estudantes, que a reorganização do sistema educacional está suspensa e o governo espera, agora, que os alunos desocupem as escolas.

Nos últimos dias, o governo Alckmin chegou a usar a polícia contra alunos e professores, para tentar a reintegração de posse. A ocupação chegou a alcançar 50 escolas, com o apoio de integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto).

Alguns docentes foram agredidos e duas lideranças estudantis, Camila Lanes, eleita presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, e Angela Meyer, presidente da Upes, chegaram a ser detidas.

No fim, a despeito da truculência, o governo paulista foi derrotado e os estudantes venceram.
Do 247.

Nenhum comentário:

Postar um comentário