sábado, outubro 26, 2013

PROFESSORES CONSIDERAM TABLET INSTRUMENTO DE AVANÇO PARA APRENDIZAGEM


Professores da rede estadual da capital e do interior comemoram a chegada do tablet educacional em sala de aula. Para eles, o uso da ferramenta representa um avanço no processo educacional e um passo importante para que os educadores incorporem, em seu dia a dia, a linguagem tecnológica, já tão familiarizada pelos estudantes. 
O equipamento – que chega às mãos de 30 mil docentes do ensino médio, junto a projetores multimídia e lousa digital para as unidades escolares, com investimento total de R$ 12,5 milhões da Secretaria da Educação do Estado da Bahia – cumpre a proposta do Ministério da Educação de otimizar o trabalho pedagógico a partir dos recursos tecnológicos. 
“Preparamos um projeto de capacitação para a utilização dos tablets, visando possibilitar ao professor o uso pleno dessa ferramenta de trabalho no processo educacional, melhorando sua inserção em sala de aula. A internet tem um potencial imenso de conteúdos. Cabe a nós usá-la como um instrumento a favor da educação, da escola e do estudante que são os nossos focos”, afirma o secretário da Educação, Osvaldo Barreto.
Aulas dinâmicas 
O uso do tablet educacional, em sala de aula, está revolucionando o processo de ensino e de aprendizagem na rede pública estadual. “Como professor de geografia, o uso desse recurso é fundamental para a elaboração de aulas mais dinâmicas, com uso de imagens de gráficos e mapas, entre outras”, avalia o professor Itabajara Vieira Rodrigues, do Colégio Clériston Andrade, no bairro de Itacaranha, em Salvador.
O professor Henrique Santos Diniz, do Colégio Estadual Eduardo Magalhães, em Itabuna, também comunga da opinião de que os tablets, em sala de aula, proporcionam maior qualificação no processo de ensino e de aprendizagem. “A educação, hoje, tem que estar atrelada à tecnologia para atrair os estudantes que já usam a internet no seu dia a dia”.
No Instituto de Educação Gastão Guimarães, em Feira de Santana, os educadores estão em fase de instalação dos equipamentos. “Desde o ano passado, já uso meu smartphone para auxiliar as minhas aulas e, agora, com os tablets, teremos um aproveitamento ainda maior. Além de dinamizar as aulas, esse processo irá promover uma maior interatividade dos estudantes”, diz o professor de física Valdir Antônio Denicio.
Entrega 
Os tablets estão sendo enviados diretamente para as unidades escolares. Os equipamentos fazem parte do patrimônio da escola, são tombados e os docentes farão uso para fins educacionais, mediante assinatura de termo de compromisso. O equipamento dos professores tem a dimensão de sete polegadas e o das unidades escolares, dez polegadas. 
Os docentes recebem treinamento com estudos autônomos, desenvolvidos pelos núcleos de tecnologias educacionais (NTEs), do IAT, além dos ambientes virtuais de aprendizagem disponíveis no Portal da Educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário