sábado, novembro 18, 2017

Instituições de Ater apresentam resultados das ações no Litoral Sul




Informar, debater Assistência Técnica e Extensão Rural, mostrar resultados alcançados por meio das Instituições contratadas nas Chamadas Públicas de Ater, através da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), foi o tema da reunião que aconteceu na sexta-feira (17) no auditório da Pousada Itajuipe em Itabuna. Na atividade que envolveu a participação dos municípios onde estão sendo executadas as chamadas, presentes o público beneficiário, Associações de Agricultores Familiares, Associações Indígenas, Associação de Prefeitos Amurc, Consórcios Públicos, Car, Bahiater, Colegiado Territorial, Fórum dos Secretários de Agricultura-Freade, técnicos da Cooperast e Instituto Cátedra, foram apresentados os resultados e um debate foi aberto para minimizar dúvidas e responder aos questionamentos. A articulação e coordenação dos trabalhos foi do Setaf/Bahiater-Litoral Sul, o coordenador Marcos Vinicios/Bahiater, iniciou a reunião universalizando a informação acerca do tema, fez um resumo das ações do Setaf, junto com o chefe regional da Car, Abiel Silva e o Engenheiro Agrônomo Anderson Afonso/Car,  convidou também o secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, o representante do Freade, secretário de agricultura de Una, Nildo Som para uma breve saudação e Josivaldo Dias representando o consórcio CDS que fez um relato sobre as ações de regularização fundiária. Para Gil Nunesmaia, coordenador de povos indígenas da CAR, se faz necessário essas reuniões, "importante fazer o controle social, envolver beneficiários, instituições contratadas, poderes públicos municipais e estadual e observar como está caminhando o processo de assistência", Carlos Alberto (Garotinho), Coordenador do Colegiado Territorial elogiou a iniciativa do Setaf/ Bahiater e convidou as instituições para apresentarem os dados na reunião do Grupo Gestor no mês de dezembro. "Importante salientar o compromisso da Superintendente da Bahiater, Célia Watanabe e a intensa fiscalização da Diretoria de Ater, na figura do competente João Alberto, incansável com a equipe de fiscais sempre visitando os lotes e buscando melhorar os atendimentos", colocou Marcos Vinicios, Coordenador da Bahiater/Setaf, agradecendo a presença de todos e todas. As duas instituições, Cátedra e Cooperast, executam serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), por meio de 03 lotes de chamadas Públicas de Ater no Território Litoral Sul Bahia, contratadas pelo prazo temporal de 03 anos pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Os municipios atendidos pelo Instituto Cátedra, com público beneficiário de 720 famílias indígenas são:  Pau Brasil, Itajú do Colônia, Camacan, Ilhéus e Una. A Cooperast atua em dois lotes no mesmo território com a meta de atender a 1.440 famílias de agricultores familiares nos municipios de: Buerarema, Ilhéus, Una, Uruçuca, Santa Luzia, Canavieiras, Maraú e Itacaré.







Nenhum comentário:

Postar um comentário