segunda-feira, fevereiro 29, 2016

Proposição do Vereador pedetista Cosme Araújo institui políticas públicas para a profissionalização da mulher


Antecipando o Dia Internacional da Mulher, dia 08/03, o Vereador ilheense Cosme Araújo (PDT), apresenta nesta data alusiva, ao legislativo, Projeto de Lei de políticas púbicas voltadas para implementar Centros de Profissionalização da Mulher, para o desenvolvimento de ações educacionais organizacionais que fomentem a qualificação e a formação contínua das trabalhadoras nas mais diversas áreas de atuação profissional, ampliando assim a capacidade de acesso da mulher ao mercado de trabalho.
Estes Centros de Profissionalização da Mulher deverão: I – valorizar as potencialidades da mulher e contribuir na busca de sua independência econômica, através de capacitação profissional; II – desenvolver cursos adequados à vocação socioeconômica do Município; III – desenvolver, preferencialmente, cursos voltados para setores onde a presença da mulher no respectivo mercado de trabalho ainda não seja numericamente significativa; IV – estimular o estabelecimento de parcerias entre o Centro de Profissionalização da Mulher e empresários locais para absorção da mão de obra qualificada.
Antecipando o Dia Internacional da Mulher, dia 08/03, o Vereador ilheense Cosme Araújo (PDT), apresenta nesta data alusiva, ao legislativo, Projeto de Lei de políticas púbicas voltadas para implementar Centros de Profissionalização da Mulher, para o desenvolvimento de ações educacionais organizacionais que fomentem a qualificação e a formação contínua das trabalhadoras nas mais diversas áreas de atuação profissional, ampliando assim a capacidade de acesso da mulher ao mercado de trabalho.
Estes Centros de Profissionalização da Mulher deverão: I – valorizar as potencialidades da mulher e contribuir na busca de sua independência econômica, através de capacitação profissional; II – desenvolver cursos adequados à vocação socioeconômica do Município; III – desenvolver, preferencialmente, cursos voltados para setores onde a presença da mulher no respectivo mercado de trabalho ainda não seja numericamente significativa; IV – estimular o estabelecimento de parcerias entre o Centro de Profissionalização da Mulher e empresários locais para absorção da mão de obra qualificada.
saDASDFASDFAE

O Plano Nacional de Políticas para as Mulheres deve ser fruto de diálogo entre governo e sociedade civil e esse instrumento reforça a participação social, sobretudo das mulheres. Com relação ao mercado de trabalho, um dos objetivos do plano é promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia econômica das mulheres urbanas, do campo e da floresta, considerando as desigualdades entre mulheres e homens, as desigualdades de classe, raça e etnia, desenvolvendo ações específicas que contribuam para a eliminação da desigual divisão sexual do trabalho, com ênfase nas políticas de erradicação da pobreza e na valorização da participação das mulheres no desenvolvimento do país.
“O projeto em tela procura contribuir com políticas públicas no município de Ilhéus, direcionadas para as mulheres. E, a implementação dos Centros de Profissionalização da Mulher é um mecanismo para o desenvolvimento de ações educacionais e organizacionais que fomentem a qualificação e a formação contínua de trabalhador”, pontua Cosme Araújo. Do site O Defensor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário