segunda-feira, setembro 21, 2015

Rivotril ou óleo de peroba, tanto faz

Elogios por medidas tão impactantes quanto instalar um semáforo

Crédito: Reprodução
A instalação de novos semáforos, o conserto de um ponto de ônibus localizado no centro nevrálgico do município e a lavagem do calçadão com água e sabão por equipes do poder público municipal deram gás a membros e defensores do governo de Ilhéus, neste final de semana. As redes sociais ficaram infestadas de "elogios" por conta de ações tão "impactantes" quanto estas.
Um membro do gabinete da Prefeitura se empolgou tanto com as medidas que irão representar uma Nova Era de Ilhéus, que não poupou sequer a oposição: "ela está Rivotril", numa alusão ao medicamento "tarja preta" usado para ajudar no controle emocional de pessoas abaladas pela realidade.
Um secretário que tirou os moradores das ruas e criou uma banda musical e dá um tratamento digno à centenas de pessoas que vivem nas calçadas da cidade, de tão empolgado com as as medidas revolucionárias do seu governo, postou nas redes sociais que "ninguém segura mais Jabes Ribeiro e Cacá Colchões".
Seria cômico, não fosse trágico.
Os novos semáforos (ainda nem se sabe quantos) representam uma promessa da administração municipal de que, com o dinheiro arrecadado com as multas, todo o sistema seria substituido por outros mais modernos. Não deve dar tempo para isso. Dinheiro tem. A reforma de um ponto de ônibus é o mesmo que procurar uma agulha no palheiro, diante de dezenas e dezenas de abrigos abandonados e cidadãos entregues à própria sorte da chuva ou do sol, todos os dias. De fato, neste final de semana, água e sabão foram derramados sobre o Calçadão da Paranaguá. Dificil é saber se limparam o piso ou lavaram os buracos, verdadeiras crateras de um espaço abandonado há muitos anos pelo poder público constituído.
O ilheense não pode deixar se contaminar pela mediocridade que, por conveniência, toma conta de alguns membros do governo municipal. É estratégico e desrespeitoso com quem votou no atual prefeito sob as vestes de um homem transformador e o único preparado para tirar Ilhéus do buraco.
Mais que isso: alguém precisa dizer a determinadas pessoas, públicas ou não, que o cinismo destrói a eficácia. E é sempre bom lembrar quão podem ter, neste caso, efeitos tão semelhantes o tal do Rivotril e o outro extremo da balança, o popular óleo de peroba.
 Texto do site: Jornal Bahia Online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário