terça-feira, setembro 08, 2015

AÉCIO FOI A CARDOZO PROTESTAR CONTRA A PF




Os senadores do PSDB Aécio Neves e Antonio Anastasia se reuniram nesta terça (8) com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; o encontro ocorrou fora da agenda oficial de Cardozo; os tucanos procuraram o ministro para protestar contra a Polícia Federal, que pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a continuidade das investigações sobre as suspeitas de que Anastasia teria recebido R$ 1 milhão de um emissário do doleiro Alberto Youssef, o ex-policial federal Jayme Alves, o Careca; posição da PF contrariou parecer da Procuradoria-Geral da República, que pediu o arquivamento do inquérito para investigar Anastasia; entre os documentos que a PF enviou ao STF estariam imagens gravadas pelas câmeras da casa onde o tucano teria se encontrado com Careca; o imóvel é da prima de Aécio, Tânia Guimarães Campos

Em compromisso que não constava na agenda oficial, o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) reuniu-se, nesta terça-feira (8), com os senadores do PSDB Aécio Neves e Antonio Anastasia. Os tucanos procuraram o ministro para protestar contra a Polícia Federal, que pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a continuidade das investigações sobre as suspeitas de que Anastasia teria recebido dinheiro de um emissário do doleiro Alberto Youssef, o ex-policial federal Jayme Alves, o Careca.

A manifestação da PF junto ao Supremo ocorreu após a Procuradoria-geral da República (PGR) pedir o arquivamento do inquérito aberto para investigar o senador tucano. Entre os documentos que a PF enviou ao ministro Teori Zavascki, do STF, sobre o caso que envolve o senador Antonio Anastasia e o recebimento de R$ 1 milhão em propina, estariam imagens gravadas pelas câmaras da casa onde o tucano teria se encontrado com Careca. O imóvel é da prima de Aécio, Tânia Guimarães Campos. Um ex-aliado de Aécio, que já frequentou o local, diz que a casa possui muitas câmeras, que poderiam ter flagrado o encontro. Segundo ele, a fonte da informação da PF é uma mulher que trabalhava na segurança do imóvel e que tomou a iniciativa de enviar diretamente ao Planalto um email com a reprodução de alguns quadros da imagem gravados pelo circuito interno. Estas fotos estariam com a PF, que já as teria enviado ao STF com o pedido de continuação da investigação sobre Anastasia (leia mais aqui).

O encontro com Cardozo foi confirmado por Aécio. Mas, oficialmente, ele disse que foi tratar de um projeto sobre terrorismo, de autoria de Anastasia. A agenda pública de Cardozo informava que ele se reuniria com a presidente Dilma Rousseff pela manhã e que, à tarde, ficaria ocupado com despachos internos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário