terça-feira, novembro 05, 2013

O PATETA

As ações pífias desse governo opresso se multiplicam diariamente. Cotidianamente, o grito que ecoava através da minoria que elegeu Jabes se converte em uma decepção jamais vista nesse município, seja qual for o período histórico a que possamos nos referir.
Por melhores que fossem as intençoes do Prefeito pateta, ou pateta prefeito, vulgo Jabes Ribeiro, e sabemos que, infelizmente, são as piores, o chefe do executivo local jamais lograria exito em mudar para melhor a vida dos nativos da terra da Gabriela. O motivo é simples: Jabes é um ícone do atraso, um gestor ultrapassado com gestos asquerosos e ações tão mirabolantes quanto esdrúxulas que servem apenas para explicitar a incompetencia que entristece a cada um dos ilheenses.
O patético Jabes parece jamais ter lido maquiavel. se lesse a obra de maquiavel, teria aprendido que o maior dos erros é começar errando jamais. Montou uma equipe ultrapassada, que não sabe governar no presente. fazem um governo atemporal, governam fora do tempo em que vivemos e não sabem sequer conceituar sustentabilidade, mobilidade urbana e outros temas que hoje estão em pauta. Sem planejamento, sem estratégia para supera os obstáculo em busca de uma administração minimamente digna, enfim, sem programa de governo. O nobre pateta permanece inerte, odiado pelo povo e incapaz de esboçar uma reação que confira um mínimo de dignidade á atual gestão. Ao governar Ilhéus como se a cidade fosse uma provincia, o prefeito pateta nos atira em um abismo social sem precedentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário