quinta-feira, novembro 14, 2013

DEMISSÕES NO HOSPITAL REGIONAL: JABES APLICA MAIS UM DURO GOLPE NA SAÚDE PÚBLICA


Com a decisão, Jabes prejudica principalmente as crianças.
Com a decisão, Jabes prejudica principalmente as crianças.

Em janeiro desse ano, o prefeito de Ilhéus demitiu centenas de servidores contratados que atuavam na saúde pública do município.

Com as unidades de atendimento fechadas, a população passou a ter apenas uma saída: correr para o Hospital Regional de Ilhéus, administrado pelo governo do estado.

Nessa semana, o que já era ruim ficou pior. Jabes Ribeiro decidiu encerrar o contrato entre a secretaria municipal de saúde e o Regional.

A parceria permitia que servidores pagos pelo município atendessem no ambulatório do hospital.

Com a medida, 53 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiras e técnicos de enfermagem estão desempregados.

A decisão adotada de forma unilateral, sem prévia discussão e debate com a sociedade, afeta ainda mais a precária saúde pública do município.  A canetada do prefeito é mais um duro golpe.

O Regional atende usuários do SUS em qualquer hora do dia.

Diariamente, cerca de 100 crianças são atendidas no hospital, depois que não encontram atendimento nos postos de saúde administrados pela prefeitura. As consultas em crianças representam 85% dos atendimentos.

Mesmo assim, sem dar qualquer tipo de explicação, Jabes Ribeiro demitiu médicos pediatras. Matéria do blog do Gusmão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário